23 de março de 2011

Todo adulto é uma criança!


Diz o querido escritor Rubem Alves (adoro!) que “o melhor de tudo são as crianças”... Nessa crônica ele conta que, em um congresso sobre Educação que participou na Itália, distribuíram uma página com os "Dez Direitos Naturais das Crianças", cujo conteúdo ele fez questão de compartilhar com a gente (que sorte!). Lá vai:

 
1. Direito ao ócio: Toda criança tem o direito de viver momentos de tempo não programado pelos adultos.

2. Direito a sujar-se: Toda criança tem o direito de brincar com a terra, a areia, a água, a lama, as pedras.

3. Direito aos sentidos: Toda criança tem o direito de sentir os gostos e os perfumes oferecidos pela natureza.

4. Direito ao diálogo: Toda criança tem o direito de falar sem ser interrompida, de ser levada a sério nas suas ideias, de ter explicações para suas dúvidas e de escutar uma fala mansa, sem gritos.

5. Direito ao uso das mãos: Toda criança tem o direito de pregar pregos, de cortar e raspar madeira, de lixar, colar, modelar o barro, amarrar barbantes e cordas, de acender o fogo.

6. Direito a um bom início: Toda criança tem o direito de comer alimentos sãos desde o nascimento, de beber água limpa e respirar ar puro.

7. Direito à rua: Toda criança tem o direito de brincar na rua e na praça e de andar livremente pelos caminhos, sem medo de ser atropelada por motoristas que pensam que as vias lhes pertencem.

8. Direito à natureza selvagem: Toda criança tem o direito de construir uma cabana nos bosques, de ter um arbusto onde se esconder e árvores nas quais subir.

9. Direito ao silêncio: Toda criança tem o direito de escutar o rumor do vento, o canto dos pássaros, o murmúrio das águas.

10. Direito à poesia: Toda criança tem o direito de ver o sol nascer e se pôr e de ver as estrelas e a lua.

“E aí” – escreveu Rubem – “eu pedi às crianças licença para acrescentar o décimo primeiro direito: "Todo adulto tem o direito de ser criança..."



2 comentários:

Carol Baggio disse...

EU gosto muuuuuito do R.Alves e adorei o texto. Devia ser texto de cabeceira para muita gente que perde a leveza e a alegria da vida quando cresce!

Rose Marques disse...

Oi, Rosângela!
Faz tempo que estou te devendo uma visita... acho que a demora valeu a pena!
Parabéns pelo blog! Já estou seguindo! ; )
E essa postagem sobre o Rubem Alves é simplesmente perfeita!
Abração!